Sobre o vídeo que foi vazado ontem, vale retomar a análise do @manolo_ssa sobre este governo.
O principal cenário alternativo a um golpe de Estado, supostamente em articulação pelo núcleo duro próximo ao presidente da República, é simples: a intenção não é dar golpe.

Os objetivos são outros. É instabilizar as instituições para que o próprio presidente seja o centro do poder, o fiel da balança, em torno do qual tudo o mais orbite.
É vencer a luta contra as oposições internas ao próprio Estado. É restruturar o próprio Estado.

Show thread
Follow

A tática é outra. A luta dentro do governo é apresentada ao público pelo núcleo duro do bolsonarismo como a de um “governo acuado” em luta contra a “velha política”. Contra um Estado “aparelhado” por “esquerdistas”. Nomeio esta hipótese como “fascismo acuado”.

Outro cenário, que não exclui o primeiro, é o de um aparente paradoxo. O presidente, ainda que, enquanto presidente, governe, está menos preocupado com o governo que com outros objetivos. Em primeiro lugar, usa o Estado para construir o movimento fascista orgânico que lhe falta.

Show thread

Em segundo lugar, usa o Estado também para atacar a esquerda como se a Guerra Fria ainda estivesse em vigor. Em terceiro lugar, apela às massas sempre que se encontra em alguma situação em que, pelas “regras do jogo”, deveria transigir e negociar — mas a um preço muito alto.

Show thread

Nomeio esta hipótese, por razões que ficarão evidentes mais adiante, como “movimento de Schroedinger”.
passapalavra.info/2020/05/1318

Show thread
Sign in to participate in the conversation
Mastodon

The social network of the future: No ads, no corporate surveillance, ethical design, and decentralization! Own your data with Mastodon!